20100917

Ou Remela ou Cataratas


Imagem: creativx.net

Trespassa-me um extremo mau-gosto-olhado: sabor a fel e… remela. Só me faltava mais esta agora! Bloqueio à entrada do aposento:
– Não posso acreditar no que os meus olhos vêem!
Esfrego os olhos, uma e outra vez, mas a visão fica cada vez mais enevoada. Tenho andado a adiar há tempo demais a ida ao oftalmologista, claro que só podia dar nisto! Estou a ficar cega!!!
Isto é um pesadelo: só vejo uma sardanisca velha, nua, a rebolar-se, a deixar escamas em tudo o que é meu e que me pertence por direito. Uma velha sardanisca sem sequer esconder a carcaça dentro da velha carapaça. E um sardaniscão pronto a entrar em acção.

Fechei a porta à chave e chamei uma equipa de desinfestação. E, pelo sim, pelo não, tomei a maior decisão: fazer uma visita ao oftalmologista, antes que as cataratas me toldassem de todo a visão…

(M. Fa. R. - 25.06.2010)

16 comentários:

Luís Coelho disse...

Olá Fá Menor.
Um artigo engraçado e/ou um pesadelo a ser verdade.
Parece ter tomado a decisão certa
- ida ao médico -
Poderia ter optado por ir à bruxa dado ter considerado tudo isso em
- mau olhado -
Divertido e agradável este tempo de leitura.

AC disse...

Sim, a ida ao oftalmologista revela bom senso, não vá a casa ficar infestada de toda a espécie de lagartagem...
Belo texto!

Beijo :)

Multiolhares disse...

Espero que seja só um texto engraçado e que esteja tudo bem contigo, a saúde é algo prioritário
Bom fim de semana
Bj

DE MÃOS DADAS disse...

Amiguita
Espero que passe
Como tudo não é? As folhas caducas no Outono caiem verdade?

A vida é tão curta que se deixarmos de ver é sem Esperança.

Meu Deus guardai-nos da cegueira

Beijinhos e muito sinceramente espero e peço a Deus que tudo entre em ordem.
Utilia

ADiniz disse...

Bom Dia

Hilário seu texto,
mas só tenha cuidado pra que elas não entre, pois exterminá-las, pequenas e dóceis criaturas, hum...
Corra ao médio, não se deixe cegar!

Bjinhos e um final de semana em solM

legalmente loira... disse...

Oi amiga, vim matar a saudade e pedir desculpas pela ausência, a vida é feita de pausas e estou fazendo a minha logo volto.
otimo final de semana com bjos..amiga esta tudo bem com vc?

Nilson Barcelli disse...

Da maneira como escreves, só pode ser ficção...
Mas, em casos críticos como a visão, o melhor mesmo é optar pelas duas iniciativas. A redundância e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

avlisjota disse...

Olá amiga

Gosto muito da tua escrita!
A cegueira é um pavor seja ela qual for. E com o mal olhado que por ai anda todo o cuidado é pouco.
E, não vá o diabo tece-las, melhor mesmo é consultar o doutor dos olhos!

Desejo que tudo esteja bem contigo!

Bjs e boa semana.

José

legivel disse...

"é mais cego aquele que não quer ver que aquele que não vê... "

Também o ano passado (mais ou menos por esta altura) tive um problema de visão. No fundo, tudo se resolveu com uma ida ao barbeiro: tinha as sobrancelhas tão grandes que me tapavam a vista. Uma aparadela e prontos! até comecei a ver o que não queria...

Gostei da imagem da sardanisca a deixar escamas... Deixa lá que na escrita surrealista também não deixas os teus créditos por mãos alheias...

Beijos e sorrisos amigos.

Secreta disse...

Tudo se resolve, quando nos permitimos "ver".

poetaeusou . . . disse...

*
ai que mázinha,
as minhas ricas sardanhiscas,
que limpam a minha porta,
das moscas, mosquitos e melgas,
estou indignado, vou queixar-me
á comissão anti~doping !
,
conchinhas, deixo,
,
*

Lilá(s) disse...

O texto é bem engraçado!!! e espero que sejam mesmo só remelas!
Bjs

Ailime disse...

Amiga Fá,
Uma forma muito engraçada e positiva de encarar o problema que foca.
Seja de que "cegueira" se trate há sempre forma de a tratar, desde que não deixemos avançar as "sardaniscas".
A Fá melhor que ninguém dará a volta à questão.
Grande beijinho e força!
Com amizade,
Ailime

Fa menor disse...

Obrigada a todos pelos comentários.
:)

Onde acaba a ficção e começa a realidade?...
pois bem: passei a usar óculos de vez em quando.

Beijinhos

gabriela r martins disse...

excelente jogo de palavras


.
um beijo

Baila sem peso disse...

pois cheguei tarde já se vê
mas até que fiquei a saber o porquê!
ó minha amiga se é só de vez em quando
olha, eu tenho de levar com eles
sempre que paro ou ando...:)
e então aqui no teclado
e a fazer as minhas florinhas
acho que não tarda nada
só vejo não uma, mas várias mosquinhas...

beijinhos pitosguinhas :)