20101228

Em Jeito de Balanço



Caríssimos,

Preciso de lhes dizer o que me vai na alma.

Por um tempo foram-me acontecendo alguns exercícios idiotas (entre outros que me percorreram). E como idiota os resolvi. A minha realidade não estava lá – nem de perto, nem de longe. Mas aproximei-me; foquei-os pelo canto do olho; inspirei fundo para lhes sentir o odor; apurei o ouvido ao som do vento que me os trazia, e que umas vezes me era brisa e outras, ventania; rocei-lhes ao de leve os lábios, a tentar que me fossem sede; tacteei-lhes as vértebras dorsais, que pai-nossos não foram, mas orações se fizeram. Deles me ficou um mundo novo.
Quero ver tudo isso como ginástica: um levantar de pesos, ou carregá-los.
Por vezes, descansar à sombra é mais sedutor. Não dói. Carregar pesos custa. Custa o esforço, a dor, o suor… O exercício pode ser violento e causar rupturas, estriamentos, se não houver algum aquecimento prévio.
Porém: os saltos em altura e em comprimento permitiram-me alongar horizontes e estreitar mares por onde me será possível sempre navegar.

Bem-hajam por fazerem parte da tripulação do meu barco.


(M. Fa. R. - 23.07.2010)


Feliz 2011!

14 comentários:

AC disse...

Tem sido um enorme prazer, Fa!
Que a vida nos permita, no novo ano, as mais deliciosas colheitas!

Beijo :)

DE MÃOS DADAS disse...

Obrigada portudo o que partilhaste em 2010 e que 2011 seja fértil em sabedoria em saúde paz e amor.
Boas Festas.
Utilia

Luís Coelho disse...

Pois então continua com essa terapêutica e vai contando aos pobres mortais as tuas conclusões.

Já tentei de tudo, até pendurado pelas orelhas....hoje apenas procuro a paz e o silêncio que o amor nos dá.

Votos de um feliz 2011

jorge vicente disse...

Estou dentro da tripulação!

Bom 2011!

gabriela r martins disse...

que o natal - já passado - tenha sido cheio de poesia e o novo ano ,que se aproxima ,pleno de palavras prontas a moldar.......

felicidades e


.
um beijo

RETIRO do ÉDEN disse...

Espero continuar a ser aceite nesse Cruzeiro...rasgando mares calmos, serenos e águas límpidas como o SEU OLHAR e o SEU AMOR por todos nós.
Bjs.
Mer

Graça Pires disse...

Obrigada e um bom Ano para ti.
Beijos

ADiniz disse...

Ola Fa M

Esta sua frase final me faz lembrar Descartes que fala sobre andar por onde é possível pra que não haja sofrimento ou ilusão e tem sido algo a me acompanhar já há dias.

“ os saltos em altura... e estreitar mares por onde me será possível sempre navegar.”
.
Porem, só sei estreitar mares se por eles navegar, o que pode acontecer é retornar com nova carta de navegação, uma bussola e esperança de outro norte acertar como aqui, o Porto bom aportar.
A vc um Feliz Ano Novo sempre em Sol Maior
bjinhos

Nilson Barcelli disse...

Não quero fazer parte da tripulação do teu barco para pegar nos remos... aceito exercícios, mas prefiro os da mente...
Bom ano, querida amiga.
Beijos.

poetaeusou . . . disse...

*
olhai, olhai Marujinho,
desse mastro Real,
Já vejo terras de Espanha,
Areias de Portugal.
Mais enxergo três meninas82
Debaixo de um laranjal:
Uma sentada a coser,
Outra na roca a fiar,
A mais formosa de todas
Está no meio a chorar.
,
retribuições deste Barco !
,
*

Vieira Calado disse...

Pois, amiga,

já estamos num novo ano.

Façamos votos

para que este seja melhor,
para todos!

(excepto alguns...
que não o merecem...)

Beijinhos

Vanuza Pantaleão disse...

Esse é um barco seguro. Vou continuar nele até chegarmos ao porto...
Bom domingo, amiga!!!

avlisjota disse...

Olá Fá

Devemos dizer o que nos vai na alma. Nem que seja em frases curtas...

A tua amizade enche-me de orgulho!

Bjs e bom ano amiga!

José

Arroba disse...

Gostei imenso de a ler. Parabéns. Vou continuar a seguir o seu blogue.