20130307

Vvvvvvvuumm



Vvvvvvvuumm… vvvvvvvuumm… o vento veste um capote de voo agreste e vvvvvvvuumm, vai pelos ares levando consigo muito do que encontra pelo caminho: leva velho, leva novo; leva leve e pesado; curto, comprido, plano, esférico, canelado; seja palha, papel, bola, árvore ou telhado… 
Vvvvvvvuumm… o vento agitado numa garrafa no céu, e despejado, faz um vvvvvvuumm vvvvvvuumm tão apressado até ao chão, desalmado, e levanta no seu capote de voo o que estiver mais à mão desamparado.
Ah, desgraçado!