20110713

Trilhos Pedestres



Há um trilho pedestre, que às vezes me recolhe os passos ao cair da tarde, entrecortado, de longe a longe, de carreiros de formigas e ladeado de rãs a coaxar. Atravessam-no, aqui e ali, nuvens de mosquitos, a dançar em frenesins ao ritmo das águas nos pés de arroz. No rio saltam, uma ou outra vez, papa-cavalos ou, talvez, (também) sapos, não sei, apenas ouço de relance, não vejo. Ao extenso verde acorrem os patos, as garças e as cegonhas das redondezas à procura de alimento. No leito das valas, que as andorinhas rasam a beijar, dormem barcas cansadas de árdua labuta.
Aventuro-me em incursões pelas marachas sem bem saber a sua desembocadura, se em terra firme, se no meio do verde encharcado de prata. De repente um pombo levanta voo do carreiro, perdido do bando, desorientado pelo imenso reflexo manso. Levanto os olhos, também em voo, para de seguida os debruçar sobre os pés que acabam de resvalar para a cor deste desenho que não me canso de mirar.

10 comentários:

mfc disse...

Essa caminhada é uma aventura linda!
Gostei de a fazer contigo.

Petrus Monte Real disse...

...plantas e animais pairando sobre as águas... ao ritmo dos sons que a natureza inventa.

As palavras
são uma autêntica partitura
donde brotam melodias
de encantar!

Bom fim de semana
Bjs

Mar Arável disse...

Excelente texto

de comer às mãos cheias

Graça Pires disse...

Um caminho cheio de beleza para quem sabe olhar com o coração...
Um beijo.

N. Barcelli disse...

Que sorte tens em poder fazer essas caminhadas.
Mas não te metas em areias movediças...
Querida amiga Menorzinha, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
Beijo.

Lilá(s) disse...

Apetece-me um passeio assim!
Bjs

O Árabe disse...

Sempre um belo texto. Feliz de quem traz a poesia na alma! :) Boa semana.

Olinda Melo disse...

Belo texto que nos convida a um passeio idílico em contacto com a Natureza.

Beijo

Olinda

Ailime disse...

Amiga Fá,
Espectacular este texto. À medida que o ia lendo era como se estivesse a fazer todo o percurso e a sentir todo esse verde e o azul onde essa barca descansa e onde apetece navegar.
Lindíssimo, parabéns!
Beijinhos,
Ailime

Isamar disse...

Lindíssimo texto, lindíssima foto. Também gostava de passear por aí, por esse teu paraíso.

Beijinhos

Bem-hajas!