20090404

A Chave



Quando Deus expulsou Adão e Eva do paraíso terrestre, vedou-lhes o acesso à vida sem fim. Não acontecesse comerem do fruto da árvore da vida, como comeram do da ciência do bem e do mal. E a árvore do fruto da vida eterna ficou lá. Fechada à chave e guardada por querubins.
Ora, Adão e Eva, sem terem acesso à vida ilimitada, não a poderiam transmitir à sua descendência. Por isso, a Humanidade ficou condenada.
Desde então, o segredo da vida eterna - não da vida para além da morte, mas da vida sem morte - tem sido sempre objecto de procura incessante do Homem. Mas esse segredo está fechado à chave, e esta, dada como irremediavelmente perdida; não se sabe onde estará: se com os querubins, se nas mãos de Deus… ou nas de S. Pedro, aquele que tem as chaves do Reino dos Céus. O Homem bem a tem procurado, mas sem êxito. E sem ela não há acesso ao fruto que dá vida infinita. Sem chave é morte certa!

Foi aí que dei por mim a pensar: se não há chave tem de se arranjar. Aí está! Encontrei a solução para a vida eterna. A solução está na chave.
Tanto que o Homem tem buscado uma solução para a morte: uma chave. Quer através de mezinhas caseiras, quer em cada vez mais sofisticadas práticas laboratoriais, como a clonagem, a manipulação genética: uma chave! Bem têm procurado uma chave. Mas não era uma chave que faltava, era A chave: aquela chave que abre a porta do jardim onde está a árvore da vida. Só com o fruto dessa árvore se conseguirá eliminar a morte. A chave é a única solução para abrir a porta à vida sem limite temporário.
A chave! A solução está na chave.

Por isso tem de ser feita outra chave. É a única solução: fazer outra chave que sirva naquela fechadura… que sirva naquela fechadura, daquele portão!
Lamento! Mas esta é uma triste conclusão. É que os querubins estão de guarda, armados de espadas flamejantes… como chegar lá? E quem se atreverá a desafiar Deus, ao ponto de sequer tentar fabricar outra chave?
No entanto, a chave é a única solução!
Quem se atreverá? Quem conseguiria? Quem é que se deixa dominar pela imaginação?
Será isto tudo uma utopia? Ou não passará tudo de ficção?
Se alguém acha que é mentira, eu não!... [não]???

(M. Fa. R. - 30. 03. 2009)

8 comentários:

Osvaldo disse...

Olá, Fa;

Bonita crónica...

Bom, como o problema está decifrado e a solução é copiar A Chave original, lá vou eu ter que tirar um curso de "Chaveiro".

Saudações,
Osvaldo

Fa menor disse...

Boa, Osvaldo!
"Chaveiro": profissão com futuro! :)

Obrigada pelo comentário.

poetaeusou . . . disse...

*
,
A chave da vida está em
sua mão, em sua mão está
o poder da decisão . . .
,
Faça a sua escolha,
A porta está sempre aberta,
O tempo não vai esperar,
,
ventos de escolhas, envio,
,
*

Vicente disse...

Olá,
Passou pela minha casa e vinha agradecer as suas palavras...
...ao que me parece a chave somos nós. Para entrar temos que ter a forma que querem para nós...sermos criaturas, entende?. Ora, porque queremos ser a nossa própria criação...escrever o nosso principio, o nosso meio mas também o nosso fim jamais teremos a forma da chave certa...
Valeria a pena para entrar no céu com o preço de deixar de Ser?...
Um Beijo

Isabel José António disse...

Querida Fa menor,

A cheve está em cada um de nós. Abrir a porta é morrer para o velho e caduco, o paradigma do TER, e renascer para o novo, o paradigma do SER.

Uma boa Páscoa, de morrer para poder RENASCER. Tal como uma semente morre para o que é para se transformar numa coisa que, tendo a essência da semente, já é totalmente nova.

Um abraço

José António

bettips disse...

Chaves para corações..não só uma. Inúmeras, todos os dias e com tanta gente.
Chaves mas sem portas...que o infinito é amplo.
Grata pelos desejos "soltados" no meu lugar. Para ti, também, um manancial de coisas doces e boas.
Abç

Lavrador disse...

a chave tão procurada é Jesus, não religião!

Um abraço

Fa menor disse...

Sim,
Mais do que chave, Jesus é a verdadeira PORTA!


Obrigada a todos pelos vossos comentários aqui!

Uma Óptima Páscoa para vós!