01 junho 2024

Mau(s) tempo(s), má fortuna, erros (nossos)…



Tantos puxões, abanões, para um lado e outro, trás! e frente, e verso, e vice-versa – perversos! –, rola e pula, baralha e volta a dar; uns a surtirem efeito, outros a nem por isso dar... 
É chuva, é vento, mau tempo, má fortuna, tormento. Erros nossos, ou maldade alheia. Tempestades no corpo e na alma, a todo o tempo, o tempo todo.  
Vidas assim, toda a vida, a vida toda – vivida, chovida, revirada, emaranhada, marada, transviada, desafortunada. 
Vidas desviradas, partidas, sofridas, desairadas: tal chapéu! acossado e degredado. 
Vidas enredadas como silvados ou trepadeiras embrulhados, que se fundem enrodilhados; e a cada puxão há troços que se partem e espinhos que se espetam e ferem a carne e a alma.
Estranhas formas que se nos desenham nos olhos e nas mãos... e na imaginação; que nos fazem, umas vezes, abanar, tropeçar, cair; e outras nos ferem até a levantar do chão. 
E restam, tantas vezes, a par com a (des)ilusão, riscos de sangue, alma rasgada; que o menor toque a frio, de qual pedra afiada ou de gelo, gera sobressalto e defesa, fuga, mais puxões e sangue; até que, de um jeito ou de outro, se aventure quem(?) a quebrar o círculo vicioso. 
Maus ventos no canal! Encostos ao silveiral.
Quem ousará semear o sol que nos poupe ao(s) mau(s) tempo(s)? 
Quem nos removerá os erros dos caminhos, para lá das passadas que ainda não foram dadas?...


16 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Querida amiga Fá, boa tarde de paz!
Um texto em analogias com a vida que mito gostei de ler.
Muita verdade aqui contida. Tem grande capacidade de comparações efetivas.
Parabéns, amiga!
Tenha uma nova semana abençoada!
Beijinhos

MARILENE disse...

Os erros são mesmo nossos, já que os caminhos escolhemos. Não há como fugir dos espinhos. Grande abraço.

J.P. Alexander disse...

Uno hace su camino con las decisiones que toma y como asimila sus errores. Te mando un beso.

Sérgio Santos disse...

São duvidas que dificilmente são sanadas.... Tenha uma ótima seemana.

Olinda Melo disse...


Fantástico texto, Fá.
Adorei ler e apreciar, andando
por esses caminhos que tão bem
identifica.
Beijo
Olinda

Franziska disse...

"Caminante, no hay camino
se hace camino al andar
y al volver la vista atrás
se ve la senda que nunca
habrás de volver a pisar"

Creo que estas palabras responden mejor que las mías a tu pregunta de hoy. Me ha gustado mucho el texto entero que has compartido. Un abrazo.

© Piedade Araújo Sol (Pity) disse...

Querida Fá

vivemos tempos conturbados,
o teu texto é apenas um reflexo,
que gostei de ler.

achei a foto muito bem para o trabalho.

boa semana.
beijinhos
:)

Porventura escrevo disse...

Uma otima reflexão sobre os tempos de desordem que vivemos
Gostei

Sonhadora (Rosa Maria) disse...

Minha querida... Um texto muito reflexivo dos tempos que vivemos. Como sempre um prazer passar aqui. Tinha saudades. Um beijinho

Ane disse...

Escolhemos nossos caminhos e acredito que os erros sempre aparecem pra nos enredar... Mas cada erro também nos ensina, nos faz mais experientes na vida. Uma mão amiga é sempre importante...

Interessante teu texto.
😘

Jaime Portela disse...

A vida é um labirinto onde acontece o melhor e o pior.
Um texto de antologia, gostei de ler. Os meus sinceros aplausos.
Continuação de boa semana, amiga Fá.
Beijo.

pensandoemfamilia disse...

Nós escolhemos, nós erramos. Que nos salvará de nós mesmos? Bom final de semana, bjsss

A.S. disse...

Todos os caminhos que escolhemos têm as suas dificuldades.
Cabe-nos a nós arranjar força para as vencer!
Um texto que muito compagina com a realidade. Gostei muito Fá!

Beijinhos e uma semana feliz!

Majo Dutra disse...

Continuando a parafrasear Camões, um texto muito interessante para sublinhar o desconcerto (sem conserto) deste mundo...
Aplausos, querida amiga.
Bom fim de semana. Abraço
~~~~~~~~~~~~

Ana Freire disse...

Um texto tão, mas tão actual, Fá! Uma analogia perfeita, com o percurso da humanidade, neste nosso mundo... cada vez mais desconcertante e desconcertado!
Sopram mesmo maus ventos... e maus tempos no canal...
Adorei cada palavra!
Beijinhos! Feliz semana... com a cabeça e as mãos ocupadas... que é sempre a melhor terapia, para tempos desajustados...
Tudo de bom!
Ana

Kinga K. disse...

Lindo texto!

poderá também gostar de:

Tons Maiores: